image11-10.aspx

O Douro vai receber hoje um envelope financeiro de quase três milhões de euros para promover o enoturismo e valorizar a região. O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, chegaram ontem ao Douro para formalizar um conjunto de protocolos que, na essência, visam potenciar o enoturismo, produto que anualmente trás mais de 2,2 milhões de pessoas a Portugal, e conhecer in loco projetos em curso.

Ana Mendes Godinho ambiciona colocar o país “como um dos destinos top de enoturismo”, até porque “é um dos produtos que identificámos como estratégicos pela capacidade que tem de atrair um público com elevado poder de compra” e “pela grande diversidade de oferta que temos em todo o país, que permite ter várias âncoras de atração em todo o território”, disse ao DN/Dinheiro Vivo.

Nesse sentido, o Turismo de Portugal (TdP) e a CIM Douro assinam hoje um protocolo, com vista à atualização do plano de sinalização turístico na região e instalação de sinais rodoviários de orientação (um custo de 1,9 milhões), e também à implementação de um programa de marketing para promover a marca Douro (988 mil euros). Estes projetos estão inseridos no Provere Douro, que será também hoje formalizado entre a CIM Douro e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte. O programa tem ações previstas no valor de 11,8 milhões.

Visite o site em https://www.dn.pt/edicao-do-dia/08-out-2018/interior/douro-recebe-tres-milhoes-para-promover-o-enoturismo-9964940.html

Publicado em  www.dn.pt , Segunda-feira, 08 de Outubro de 2018

 

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *