Linha de Crédito Capitalizar 2018

 

Lançada pelo Ministério da Economia, a 11 de julho de 2018, a Linha de Crédito Capitalizar 2018 tem uma dotação de 1.600 milhões de euros, distribuídos por um conjunto de instrumentos financeiros dirigidos maioritariamente a PME.

Com montantes de financiamento entre 50 mil e 2 milhões de euros por empresa e prazos que variam entre 3 e 10 anos, a Linha de Crédito Capitalizar 2018 está disponível nos balcões dos bancos aderentes e está estruturada em linhas de crédito específicas:

  • Linha “Micro e Pequenas Empresas”
  • Linha “Indústria 4.0 / Apoio à Digitalização”
  • Linha “Fundo de Maneio”
  • Linha “Plafond de Tesouraria”
  • Linha “Investimento” – Financiamento de investimentos elegíveis no âmbito de projetos aprovados e contratados no âmbito do PORTUGAL 2020

   

Linha Capitalizar 2018  Micro e Pequenas Empresas

Capitalizar 2018  Micro e pequenas empresas  é uma linha específica de crédito com garantia mútua da Linha Capitalizar 2018 que integra as soluções de financiamento para Micro, Pequenas e Médias Empresas protocoladas com as Sociedades de Garantia Mútua, o IAPMEI e a PME Investimentos.

Montante da linha

450 milhões de euros.
Até 10% do valor global desta linha destina-se a empresas do setor primário.

Finalidade

Apoiar o investimento novo em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos e o reforço do fundo de maneio ou capitais permanentes das Micro e Pequenas empresas nacionais, excetuando-se as operações de aquisição de ativos financeiros, terrenos, bens em estado de uso, bem como imóveis e viaturas ligeiras que não assumam o caráter de “meio de produção” e veículos de transporte rodoviário de mercadorias adquiridas por transportadores rodoviários de mercadorias por conta de terceiros.

Contempla operações de curto, médio e longo prazo, leasing imobiliário e de equipamentos.

Montante Máximo por Empresa

Microempresas: €50.000
Pequenas Empresas: €100.000

Destinatários

Empresas certificadas por declaração eletrónica do IAPMEI como Micro ou Pequena Empresa (MPE) que cumpram cumulativamente os seguintes requisitos:

• Apresentem uma situação líquida positiva no último balanço aprovado
• Não tenham incidentes não regularizados junto da Banca, da Administração Fiscal , da Segurança Social e do FINOVA
• Apresentem um volume de vendas inferior a € 10 milhões;
• Resultados líquidos positivos em dois dos últimos quatro exercícios, ou dois anos de resultados positivos se a empresa tiver menos de quatro exercícios aprovados.

Prazo

Até 6 anos (até 12 meses de carência de capital).

Taxa de juro* fixa ou variável

Os juros são integralmente suportados pelas empresas beneficiárias e liquidados postecipadamente, de acordo com a periodicidade das amortizações de capital.

Comissões, bonificações e encargos

• Comissões de garantia mútua, com bonificação de 100% pelo Finova;
• Comissão de Estudo e Contratação de 0,25%;
• Isenção das restantes comissões e taxas habitualmente cobradas, excluindo-se todos os custos e encargos, associados à contratação do financiamento.

Para informações detalhadas sobre as condições de elegibilidade, consulte aqui o Documento de Divulgação .

Linha Capitalizar 2018 “Indústria 4.0 /Apoio à Digitalização”

A linha “Indústria 4.0 /Apoio à Digitalização” é uma linha específica de crédito com garantia mútua que integra as soluções de financiamento da Caixa para Micro, Pequenas e Médias Empresas, protocolada  com as Sociedades de Garantia Mútua –, o IAPMEI e a PME Investimentos.

Montante da linha

100 milhões de euros.

Finalidade

Apoiar as necessidades de fundo de maneio ou de investimento de empresas que se dediquem à produção ou desenvolvimento de soluções tecnológicas no âmbito da Indústria 4.0, bem como financiar a aquisição destas soluções por parte de empresas que pretendam promover a sua aplicação, acrescida de fundo de maneio de até 20% do valor do investimento.

Contempla operações de financiamento de curto e médio prazo e leasing de equipamento.

Montante Máximo por Empresa

€1.000.000 (ou €1.500.000 no caso das PME Líder).

Destinatários

Preferencialmente Pequenas e Médias Empresas (PME) ou outras empresas com um volume de negócios inferior ou igual a € 150 milhões e que não integrem grupos empresariais cuja faturação consolidada seja superior a € 200 milhões, e que cumpram cumulativamente os seguintes requisitos:

• Desenvolvam, produzam ou adquiram soluções tecnológicas no âmbito da Indústria 4.0, condição a comprovar pelo IAPMEI;
• Apresentem uma situação líquida positiva no último balanço aprovado;
• Não tenham incidentes não regularizados junto da Banca, da Administração Fiscal, da Segurança Social e do Finova.

Prazo

Até 4 anos (até 6 meses de carência de capital).

Taxa de juro* fixa ou variável

Os juros são integralmente suportados pelas empresas beneficiárias e liquidados postecipadamente, de acordo com a periodicidade das amortizações de capital.

Cobertura

por garantia mútua até 65% do capital em dívida a cada momento.

Comissões, bonificações e encargos

• Comissões de garantia mútua, com bonificação de 50% pelo Finova;
• Comissão de Estudo e Contratação de 0,50%;
• Isenção das restantes comissões e taxas habitualmente cobradas, excluindo-se todos os custos e encargos, associados à contratação do financiamento.

Para informações detalhadas sobre as condições de elegibilidade, consulte aqui o Documento de Divulgação.

 

Linha Capitalizar 2018 “Fundo de Maneio”

A linha Capitalizar“Fundo de Maneio” é uma linha específica de crédito com garantia mútua da Linha Capitalizar 2018 que integra as soluções de financiamento para Micro, Pequenas e Médias Empresas, protocolada com as Sociedades de Garantia Mútua, o IAPMEI e a PME Investimentos.

Montante da linha

700 milhões de euros.
Até 10% do valor global desta linha destina-se a empresas do setor primário.

Finalidade

Financiar as necessidades de fundo de maneio das PME nacionais, através de empréstimos de curto e médio prazo.

Montante Máximo por Empresa

€1.000.000 (ou €1.500.000 no caso de uma PME Líder).

Utilização até 6 meses após a data de contratação das operações, com o máximo de 3 utilizações.

Destinatários

Preferencialmente Pequenas e Médias Empresas que desenvolvam atividade enquadrada na lista de CAE a definir pela Entidade Gestora da Linha ou outras empresas com um volume de negócios inferior ou igual a € 150 milhões e que não integrem grupos empresariais cuja faturação consolidada seja superior a € 200 milhões, que cumpram cumulativamente os seguintes requisitos:

•  Apresentem uma situação líquida positiva no último balanço aprovado;
•  Não tenham incidentes não regularizados junto da Banca, Administração Fiscal, Segurança Social e do Finova.

Prazo

Até 4 anos (até 6 meses de carência de capital).

Taxa de juro* fixa ou variável

Os juros são integralmente suportados pelas empresas beneficiárias e liquidados postecipadamente, de acordo com a periodicidade das amortizações de capital.

Cobertura

por garantia mútua até 50% do capital em dívida a cada momento.

Comissões, bonificações e encargos

• Comissões de garantia mútua, com bonificação de 50% pelo Finova;
• Comissão de Estudo e Contratação de 0,50%;
• Isenção das restantes comissões e taxas habitualmente cobradas, excluindo-se todos os custos e encargos, associados à contratação do financiamento.

Para informações detalhadas sobre as condições de elegibilidade, consulte aqui o Documento de Divulgação .

 

Linha  Capitalizar 2018 “Plafond de Tesouraria”

A linha “Plafond de Tesouraria” é uma linha específica de crédito com garantia mútua da Linha Capitalizar 2018 que integra as soluções de financiamento para Micro, Pequenas e Médias Empresas protocoladas com as Sociedades de Garantia o IAPMEI e a PME Investimentos.

Montante da linha

150 milhões de euros.
Até 10% do valor global desta linha destina-se a empresas do setor primário.

Finalidade

Financiar operações de conta corrente destinadas exclusivamente às necessidades de tesouraria das PME nacionais.

Montante Máximo por Empresa

€ 1.000.000 (ou € 1.500.000 no caso de uma PME Líder).

Utilização continuada até ao prazo e limite contratado com liquidação e reutilização gerida pela Caixa.

Destinatários

Preferencialmente Pequenas e Médias Empresas que desenvolvam atividade enquadrada na lista de CAE a definir pela Entidade Gestora da Linha ou outras empresas com um volume de negócios inferior ou igual a € 150 milhões e que não integrem grupos empresariais cuja faturação consolidada seja superior a € 200 milhões, que cumpram cumulativamente os seguintes requisitos:

•  Apresentem uma situação líquida positiva no último balanço aprovado;
•  Não tenham incidentes não regularizados junto da Banca, Administração Fiscal, Segurança Social e do Finova.

Prazo

1, 2 ou 3 anos, com possibilidade de denúncia pela Caixa ou pelas SGM no final de cada 12 meses para operações com prazo superior a 1 ano (limite reutilizável).

As Empresas poderão proceder à redução do limite de crédito total ou parcial, a qualquer momento, sem penalização.

Taxa de juro* fixa ou variável

Os juros são integralmente suportados pelas empresas beneficiárias e pagos trimestralmente em função do plafond.

Cobertura

por garantia mútua até 50% do capital em dívida a cada momento.

Comissões, bonificações e encargos

• Comissões de garantia mútua, com bonificação de 50% pelo Finova;
• Comissão de Estudo e Contratação de 0,50%;
• Isenção das restantes comissões e taxas habitualmente cobradas, excluindo-se todos os custos e encargos, associados à contratação do financiamento.

Para informações detalhadas sobre as condições de elegibilidade, consulte aqui o Documento de Divulgação.

 

Linha  Capitalizar 2018 “Investimento” Projetos Portugal 2020 e Investimento Geral

Dotação “Projetos 2020”: Operações destinadas ao financiamento de investimentos elegíveis no âmbito de projetos aprovados e contratados no âmbito de Programa PORTUGAL 2020, nos termos da Portaria nº 57-A/2015, de 27 de fevereiro.
Dotação “Geral”: Operações destinadas ao financiamento de investimento novo em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos e aquisição de partes sociais que complementem a atividade.
O Investimento deverá ser realizado no prazo máximo de 18 meses após a data da contratação. Este prazo poderá ser prorrogado mediante pedido fundamentado à Entidade Gestora da Linha.

Para informações detalhadas sobre as condições de elegibilidade, consulte aqui o Documento de Divulgação.

 

Para mais informações Contacte-nos!